English Español
Data: 15/01/2016
Voltar

Modernização Integrada de Conjuntos Hidrogeradores

VLADIMIR DEMIANOV



 “Temos muitas vantagens para concorrer no mercado de equipamento para Usinas Hidroelétricas”.


A empresa Power Machines já inaugurou sua fábrica no Brasil. A principal linha de produção são equipamentos para Usinas Hidrelétricas em construção ou que já operem. Consideramos a modernização de UHEs como uma dos focos de atuação da empresa no Brasil.

A reforma de conjuntos hidrogeradores é uma das linhas prioritárias de atividade da Power Machines: equipamentos para UHEs representam cerca da metade do portfólio dos pedidos da maior empresa russa fabricante de máquinas geradoras de energia elétrica.


A respeito do momento atual e perspectivas futuras desse setor, nós conversamos com o principal

Projetista da Power Machines – Diretor técnico da LMZ - Sr. Vladimir Alexandrovich Demianov.



 - Sr. Vladimir quais, em sua opinião, são as perspectivas da hidrogeração no balanço energético mundial e, consequentemente, as perspectivas da indústria fabricante de máquinas geradoras para as UHEs?


- Basicamente, o mercado mundial de energia já está saturado. Exceções provavelmente são a China, Índia, Sudeste da Ásia e América Latina, onde novas fontes de geração continuam sendo necessárias. Nosso foco é tanto a construção de novas UHEs, quanto a modernização das já existentes.

No geral, o mercado energético mundial se desenvolve em ciclos. A duração de cada ciclo é de aproximadamente 10 a 15 anos. Primeiro acontece o crescimento da economia mundial, o que acarreta o crescimento da demanda de energia, as empresas geradoras procuram aumentar a potência, o que leva ao aumento dos pedidos junto aos fabricantes de equipamento de geração. Mas em seguida o crescimento da economia diminui ou mesmo sofre uma retração. Enquanto isso, a fabricação de equipamentos está em seu pico, atendendo aos pedidos antes recebidos. Então, por um tempo, na indústria fabricante de equipamento de geração acontece a retração. E assim, até que venha um novo período de crescimento da economia.



Montagem do equipamento na UHE Lesogorskay


- Qual a participação da Power Machines no mercado mundial de equipamento para geração de energia?


 - É bastante difícil apresentar uma avaliação precisa, devido, em particular, ao fato de dois dos mercados de maior crescimento serem fechados – China e Índia. Esses dois países (China em primeiro lugar), na prática não permitem a participação de fabricantes estrangeiros na construção de suas usinas. Mas no geral nós nos sentimos bastante confiantes no mercado mundial. Basta dizer que uma entre nove turbinas no mundo é fabricada pela Power Machines. Falando da Rússia, a nossa participação chega a 80%. Tal fato é devido à grande competitividade do equipamento da Power Machines, que frequentemente tem vantagem sobre os outros fabricantes, em relação a preço/ características técnicas.


 - De acordo com o Programa de Modernização Integrada a RusHydro realiza a revisão técnica da maioria dos objetos geradores que compõem a estrutura da companhia. Qual o papel da Power Machines nesse trabalho?


 - É um programa de envergadura muito grande, com o orçamento de dezenas de bilhões de rublos, planejado para 15 anos, e a nossa participação nele é bastante significativa. Para a Power Machines, um projeto importante dentro do programa foi a recuperação da UHE de Sayano-Shushenskaya, após a tragédia de agosto de 2009. Em 2013 foram postos em operação três novos hidrogeradores da usina, com a potência total de 1920 MW, construídos pela Power Machines. O nosso equipamento é fornecido em regime de turn-key, sendo que o fornecimento trata não apenas do equipamento principal, mas também dos sistemas de automatização. A vida útil das novas máquinas foi aumentada para até 40 anos, sendo que o rendimento máximo da turbina é de 96,6%. Considero que como conseqüência da realização do projeto, a UHE de Sayano-Shushenskaya tornou-se uma das mais modernas usinas da Rússia, comparável às similares consideradas as melhores no mundo.

Outros dois grandes projetos dentro da colaboração com a RusHydro são a reforma integrada das UHEs Volzhskaya e Zhigulevskaya. - Na usina Volzhskaya (a maior UHE da Europa, 2600 MW) serão instalados 22 hidrogeradores, na usina Zhigulevskaya – 20. O programa de modernização será concluído em 2025. Após a reforma, a potência instalada da usina Volzhskaya terá o acréscimo de 203,5 MW – até o total de 2744,5 MW, enquanto que a Zhigulevskaya acrescerá 147MW – até o total de 2488 MW.


Estamos concluindo a modernização das turbinas e geradores da UHE Tcheboksarskaya (1404 MW): lá são 18 máquinas. A reforma das máquinas dessa usina começou em 2007; em outubro de 2012 a Power Machines e a RusHydro ampliaram a colaboração ao contratar a modernização de oito máquinas. A entrega da última máquina está prevista para fevereiro de 2017.

Resumindo, a RusHydro é um parceiro estratégico da Power Machines. Mas nós também participamos da modernização de usinas de outras empresas geradoras. Por exemplo, ganhamos a concorrência para a substituição das turbinas da UHE Ust-Ilimskaya (3840 MW), que faz parte da “Irkutskenergo”.



 - Sr. Vladimir, quando foi que começou a reforma das usinas de Vuoksin, e qual a sua contribuição para o sistema energético da região?


 - Em 2007 a Power Machines ganhou a concorrência TGK-1 para a modernização do complexo de Vouksin. O escopo de trabalhos incluía o projeto, fabricação, fornecimento, montagem e ajustes – em outras palavras tudo o que fosse relacionado com a reforma do complexo em regime de “turn-key”. No presente momento o projeto está concluído, oito conjuntos geradores das UHEs Lesogorskaya e Svetogorskaya foram reformados, todas as obrigações assumidas foram cumpridas em alto nível técnico e nos prazos combinados. A potência elétrica instalada de cada conjunto gerador subiu 20% em média, tendo a potência de todo o complexo crescido até 240MW.

Isso, além de mais, permitirá aumentar a venda de energia elétrica à Finlândia (atualmente o seu volume é da ordem de 40 MW). Por sinal, à montante no rio Vuoksin localizam-se duas UHEs finlandesas – “Imatra” e “Tainionkoski”. O nosso trabalho de reforma das UHEs Lesogorskaya e Svetogorskaya permitiu aumentar a capacidade de vazão também das UHEs finlandesas. O complexo está equipado com sistema completo de comando automatizado, o que permitirá no futuro passar à tecnologia de comando das usinas “não-atendida”, isto é, a sua operação será controlada a partir do centro de operação da TGK-1 em Sankt-Petersburgo. A propósito, o nosso equipamento na Suécia e na Finlândia já opera com tecnologia não-atendida, e portanto, mais cedo ou mais tarde tal tecnologia será adotada também pelos operadores russos.


 - Quantos clientes a empresa tem fora da Rússia?


- A Power Machines é conhecida no mercado mundial de geração como fabricante de equipamento confiável, de alta qualidade, e este conceito nos ajuda a ganhar concorrências em todo o mundo.

Por exemplo, recentemente contratamos a reforma turn-key de dois hidrogeradores da UHE de Plavinsk na Letônia. O cliente é a AS Latvenergo; participaram da concorrência as grandes empresas, mundialmente conhecidas, fabricantes de equipamentos. Após a modernização, a potência de cada hidrogerador será aumentada em 13 MW, até 98 MW. Os prazos para os hidrogeradores renovados entrarem em operação são março/2016 e março/2017.

Ainda na Letônia nós ganhamos mais uma concorrência – para modernização da UHE Kegum.

No final do ano 2013 assinamos o contrato para fornecimento de equipamento para a UHE Kygy, na Turquia. O escopo de fornecimento, em regime de turn-key, inclui 3 turbinas hidráulicas de 46,6 MW cada, 3 geradores de potência similar, todo o equipamento eletromecânico da sala de máquinas e equipamento de distribuição. Todos os 3 hidrogeradores deverão entrar em operação em 2016.



Montagem da turbina da UHE Zhigulevskaya, na fábrica LMZ


 

Esses são os exemplos mais recentes. Existem muitos projetos, cujos trabalhos já estão em andamento. Por exemplo, a modernização da usina Djerdap-1 no rio Danúbio, na Sérvia. No presente momento foi concluída a renovação de dois dos seis blocos da usina. Mais um bloco foi concluído no início de 2015. Na sequencia, outros três blocos, que entrarão em operação um por ano, a partir de 2016. Após a renovação da usina, a sua capacidade técnica ganhará mais 40 anos de vida útil, e a potência aumentará em 66 MW.


 - No que se resumem as vantagens competitivas da Power Machines, que permitem ganhar concorrências não apenas na Rússia, mas também no exterior?


 - Em primeiro lugar, é a experiência: basta dizer que foi em 1924 que a LMZ fez a sua primeira turbina e continuou a desenvolver esta linha, aperfeiçoando continuamente a sua produção.

Em segundo lugar, é uma poderosa base de ciência e pesquisa. Atualmente nós colaboramos ativamente com a ciência acadêmica: com os institutos de pesquisa de nosso perfil, com o Departamento Siberiano da Academia de Ciências, etc., e do ponto de vista do rápido progresso tecnológico, isso nos permite não apenas acompanhar os concorrentes, mas inclusive ultrapassá-los. Podemos dizer que no momento a Power Machines é a única empresa no mundo que produz turbinas hidráulicas Kaplan ecologicamente limpas, que não exigem óleo no rotor.

Em terceiro lugar, e isso é o principal, nós fabricamos equipamento altamente confiáveis. É possível que parte do mérito esteja nas condições climáticas próprias de algumas das regiões da Rússia, visto que se o nosso equipamento funciona sem falhas mesmo no frio da Sibéria, significa que se adaptará bem em qualquer lugar do mundo.

E finalmente, o nosso produto não apenas é confiável, mas também é simples de operar, o que é um critério muito importante para os clientes.



Andrey Subbotin, revista "MegaWat", Power Machines S.A.


 

Fábrica
Rua Gerhard Fezer, 865 - 89506-090 - Caçador – SC - Brasil
Fone: 49 3561 2222
Telefones Alternativos: 49 9820 1863 | 49 9882 5671 | 49 9982 5687
e-mail: fezer@pmfezer.com.br
Intranet